A decepção com a nova geração de Consoles

A Decepção com a nova geração de consoles

Recentemente durante o Black Friday tive a oportunidade de adquirir um Xbox One. Era uma aquisição que eu já desejava a um bom tempo, na realidade desde o lançamento do mesmo, visto que sou um fã avido dos Games e gostaria de estar atualizado com a nova geração dos consoles. Passado a euforia inicial de toda criança que recebe um novo brinquedo, comecei a analisar de fato a qualidade do console e cheguei a uma triste conclusão. A atual geração de consoles é decepcionante.

Se você tem a chance de jogar em um PS4 ou em um Xbox One, vai poder validar (ou não) a minha opinião. Com exceção de um ou outro casos pontuais, nenhum dos jogos da nova geração se provou visualmente gigantescamente superior aos jogos lançados para Xbox 360 e PS3. Eu tomo como exemplo o jogo Watch Dogs, que adquiri recentemente para o Xbox One e estou jogando com uma certa frequência. Se comparado com o GTA V por exemplo, para o Xbox 360, o Watch Dogs não é visualmente tão superior. Sim, sei que estou falando de um jogo polêmico que muitas das promessas visuais de nova geração não foram cumpridas e blá blá blá. Nada disso importa, o que importa é o resultado final e esse dita que o jogo não precisa de um novo console, tanto que ele foi de fato lançado para a geração anterior.

Isso inclusive é verdade para vários jogos dessa nova geração de consoles. Vários jogos foram lançados tanto para Xbox One e PS4 quanto para Xbox 360 e PS3. Isso significa que não existe nenhuma experiência que os novos consoles trazem que sejam fundamentais para a nova geração, pois os jogos funcionam para qualquer uma das gerações. Rise of Tomb Raider, Destiny, Forza Horizon 2, Battlefield Hardline, Battlefield 4, Dragon Age Inquisition e muitos outros jogos encabeçam a lista de jogos que foram lançados para as duas gerações. Sim eu sei que na nova geração os jogos tem gráficos melhores e até um ou dois recursos a mais, mas em essência você não precisa de um console da nova geração para jogar esses jogos.

Tudo bem, eu sei que é inevitável que os consoles antigos fossem aposentados. Afinal os jogos evoluem e necessitam de poder de processamento cada vez maior e isso já não era mais possível nos casados Xbox 360 e PS3. Mas acontece que antigamente, toda vez que um novo console era lançado, uma chuva de novidades impressionante acompanhava, fazendo com que os fãs de Games se sentissem obrigados a atualizar seus consoles. Novos controles, gráficos infinitamente superiores, jogos em HD, conexão com a internet, podemos listar vários recursos impressionantes que surgiram em uma mudança de geração dos consoles. Mas no caso dessa geração eu não consigo pensar em nenhuma grande mudança que justificasse a atualização de geração a não ser a obvia evolução gráfica que já é esperada.

Muita coisa que eu espero do mundo dos games (coff, Mass Effect Andrômeda, coff) só vão estar disponíveis para as novas gerações, e isso é inevitável eu sei, por isso a compra do meu Xbox One não foi em vão. Acontece que sinto falta dos tempos em que a atualização de uma geração para outra era algo muito maior. Acho que estou ficando saudoso, coisa de gente velha.

1 Comentário
  1. Igor Costa 4 meses atrás

    Eu entendo e concordo. Eles não trouxeram algo que realmente nos faça saltar os olhos. Em um certo ponto até a qualidade gráfica me deixou frustrado. Esperava jogos nativos em 4K (mesmo não tendo um aparelho compatível) ou, PELO MENOS, jogos em 1080p a 60 FPS. Mas a verdade é que a atual geração sofre mesmo para mante a taxa de quadros. Não que eu esteja revoltado, estou muito feliz com meu querido e saudoso Xbox One, mas esperava mais.

    Até o Kinect não foi aproveitado. A Microsoft lançou o pacote sem o sensor para alavancar as vendas, e deu certo. Mas eu me pergunto porquê as pessoas não gostam do sensor. Será que a maioria das pessoas moram em apartamentos? A ironia da coisa é que ainda ontem comprei o jogo Kinect Sports Rivals para quando tiver a minha casa, já que a atual não tem uma sala com espaço para jogar. Mas eu gosto de chegar e ele já me reconhecer, sem ficar precisando digitar senha e afins (Deus, como eu preciso de um smartphone com leitor biométrico!).

    Acho que eles, ao menos na parte gráfica, estão tentando concertar o erro com o PS4 Pro e o Projeto Scorpion. E quanto a imersão, talvez esteja com o VR. De qualquer forma, só nos resta aguardar que eles consigam nos surpreender como a muito tempo já não conseguem mais.

Envie uma Resposta

©2017 vNext. Todos os direitos reservados.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account